quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Esse amor Agape



“Tendo os amados amou os até o fim”João 13. 1

Todos podem falar de amor, podem se atrever a traduzi-lo em musica ou poesia, mais poucos são os que vivem o amor. O amor citado é belo mais praticado é real. Jesus disse que amava e sua obra salvadora na cruz confirmou o amor proclamado que dizia que Deus é amor.
Desde o principio da criação não passou ninguém por este mundo sem que fosse amado por Jesus.

Com certeza Deus amou homens sanguinários como Rither, covardes como Herodes que mandou matar recém nascidos, e até possuídos como Nero que iluminava as estradas de Roma usando corpos de crentes como tochas.

Amou não sendo correspondido, amou mesmo sem ser percebido, antes perseguidos, com tudo amou até o fim.

Esse amor que constrangeu até o autor de I Corintios 13, o qual mostrou que entendia de amor, deixou sem palavra também aquele que ficou conhecido como apostolo do amor.

Mesmo diante de juízos que não compreendemos os antigos rabinos conseguem conferir o motivo ao amor. Eles explicavam o dilúvio da seguinte maneira “ Depois de insistir por cento e vinte anos com os seus filhos, Deus viu a dureza de seus corações, chorou durante quarenta dias e quarenta noites, então suas lágrimas cobriram a terra”
Jesus amou seus discípulos até o fim, e isso inclui Judas, Jesus sabendo que seria traído da lhe um lugar a ceia, que segundo as pinturas de Da Vinci e alguns teólogos, lugar este ao seu lado em seguida Jesus lava os pés de Judas da poeira que se lhe pegou na visita que fizera aos sacerdotes, depois da lhe um pedaço de pão molhado que no oriente representava um ato de honra e amor, e já no monte quando Cristo havia sido alvejado por seu beijo, Ele ainda assim chama seu traidor de amigo, amou até o fim.

Alan C. Corrêa

Um comentário:

Mis. Alessandro Vieira disse...

Como é maravilhos saber, simplesmente, que somos amados por Deus de modo incondicional.

Fique com Deus querido Irmão Allan.