quinta-feira, 14 de maio de 2009

Orgulho - Parte 1

Cito alguns sinais do orgulho, visto que uma doença se faz conhecer assim. Não os menciono, para que você possa reconhecer a doença em outro, mas para reconhecer em você. Perceba como quase sempre o orgulhoso é o outro, isto porque o orgulhoso sou eu .

A bíblia não é um livro para enxergar nele o outro, é para enxergar a mim. As admoestações da Palavra são: Tira primeiro a trave do teu olho, olha para ti mesmo para que não caia, tem cuidado de ti, julgue a si mesmo, examine a si mesmo, miserável homem que sou etc .Moralismo é se escandalizar com os pecados alheios, arrependimento é olhar para dentro de si.

A salvação pela graça fere o orgulhoso, pois este deseja alcançar a DEUS pelas suas obras, e lemos que é pela graça que ninguém se glorie. Somos exortados a continuar crendo em CRISTO a cada dia, visto nossa propensão a começar crer nos meios próprios: presença no culto, jejum, dízimo, alguma ajudinha dada, uma oração que fez, o famoso sacrifício.

Neste tempo de tanto negócio com DEUS vale lembrar que JESUS não intercedeu por nós apenas, ele vive para interceder por nós; não foi o Caminho que nos levou a DEUS, ele é a cada dia o Caminho; que o sacrifício que me garante não é o meu, é o dele; que a oferta que nos torna aceitáveis não é a monetária, é a oferta de CRISTO.

Daniel ora confiando nas misericórdias de DEUS, não nos feitos próprios, e isto após entregar sua vida em obediência na cova dos leões.
Alessandro D. Corrêa

Um comentário:

danny disse...

Oi Alan.
Uma benção esta palavra.
Deus continue te usando e preparando para o novo das coisas do Senhor.

Abraços.
Fique na paz!